Mais Acessados

Veja sete motivos que provam que Igor Kannário foi o destaque do Carnaval de Salvador

Polêmicas, desabafos e amor dos fãs marcaram a passagem do artistas durante a folia momesca.




1°Embalou a multidão: o príncipe do gueto ganhou os holofotes durante a passagem no trio sem cordas pelo circuito Osmar, no Campo Grande. Irreverente, animado e a mil por hora, Kannário desfilou de branco com o tema “Paz” e arrastou um mar de gente ao som de sucessos como Tudo nosso, nada deles e Depois de Nós é Nós de Novo




2°Sem papas na língua: durante o circuito da folia momesca, Kannário desabafou ao passar pelo camarote do prefeito ACM Neto. O cantor falou sobre a substituição em um bloco infantil a pedido do Ministério Público e acatado pelo Governo do Estado.

— Meu prefeito, eu vou lhe dizer uma coisa: eu não iria tocar hoje, mas eu vim por respeito a você, que me colocou aqui e me deu essa vitória, e também em respeito a esse povo. Todo mundo só fala que o Kannário é problemático, mas a favela é a voz do povo. Temos que respeitar a voz do povo e o Carnaval não é de uma pessoa só, é uma equipe enorme. Porque sem o povo nas ruas, podem colocar a melhor atração aqui que não vai ter nada






3°Polêmico: o pagodeiro fez questão de expor seu ponto de vista com relação à escolha do hit do Carnaval. Igor Kannário falou que a música precisa ser escolhida de forma gratuita, livremente, uma decisão concebida pelo povo.

— Se eu tivesse o dinheiro desses empresários, iria para as redes de televisão colocar minha música para tocar. Seria logo a música do Carnaval porque está na boca do povo





4°Respeitado: o público fiel do Kannário mostrou respeito ao artista até durante a passagem de outro bloco. Ao passar pelas Muquiranas, bloco dos travestidos, em direção aos camarotes do Campo Grande, Igor foi ovacionado pelos foliões que gritavam: Uh, é o Kannário, Uh, é o Kannário. Léo Santana, que puxava o bloco, também se rendeu ao poder do Príncipe do Gueto e foi "obrigado" a cantar a música do pagodeiro




5°Carnaval nos Bairros: Igor Kannário também se apresentou no Carnaval no bairro de Periperi e lotou a Praça da Revolução. Ele iniciou seu estrelato na Periferia e continua exaltando seu público em todas as apresentações. Em músicas que trazem proximidade com a cultura das ruas, o artista consegue envolver os fãs com seu jeito atrevido, despojado e carinhoso, pois, para ele a voz do povo é a voz de Deus




6°Confusão: O dueto do artista com a cantora Cláudia Leitte dividiu opiniões e causou polêmica. Durante o percurso no circuito Dodô, houve um atrito entre a pipoca de Kannário e os foliões do bloco Largadinho. Na ocasião, foram registrados empurrões e tumulto, sendo que o Príncipe do Gueto foi ovacionado por uma parte do público e vaiado por outra. Diante da confusão, o pagodeiro interrompeu a apresentação e só retornou uma hora após os ânimos serem contidos. Em entrevista a Record Bahia, o cantor revelou não ter ficado chateado com a reação do público e disparou:

— O ser humano é falho, mas eu estou aqui para lutar contra a desigualdade





7°Amado pelos fãs: os internautas do R7 BA votaram e escolheram Depois de Nós é Nós de Novo como o hit do Carnaval de 2016. Com 35,17 % dos votos a música de Igor Kannário foi eleita a melhor canção da folia de momo deste ano pelo Portal


Imagens Reprodução Internet.
Comentários
Luis Pagodão.Net - Todos os Direitos Reservados. "Tudo é do Pai"